Lindbergh Farias conversa com Albert Einstein

– (LINDBERGH FARIAS) Seu Albert, tudo bem com o senhor? Primeiramente, gostaria de dizer que é um prazer estar ao lado de alguém tão ilustre. Diria mais: se o Lula não existisse, você seria meu ídolo número 1.
– (ALBERT EINSTEIN) Acho que isso foi um elogio, não foi? Bom, estou ansioso para ouvir a sua proposta. Ao telefone você mencionou algo a respeito de aplicar a teoria da relatividade na atividade política para otimizar a comunicação entre representante e representado.
– (LINDBERGH FARIAS) Exato, seu Albert. Você deve tá sabendo, não é? Nós políticos brasileiros estamos passando por um momento delicado por um motivo bem simples: o povo brasileiro acordou, seu Albert. Você acredita nisso? Agora eles cobram de nós honestidade. Eles vão até às ruas por isso. Surreal, não?
– (ALBERT EINSTEIN) Bom, isso parece correto, não meu filho? Você representa seus eleitores; logo, eles esperam de você honestidade, certo?
– (LINDBERGH FARIAS) Seu Albert, tantos cabelos brancos nessa cabeça e você ainda acredita que políticos devem ser honestos? Isso não existe, seu Albert! Nós gostamos das benesses. Bom, mas sobre elas eu falo em outra ocasião.
– (ALBERT EINSTEIN) Benesses? Estou confuso, meu filho. Você poderia ir direto ao ponto?
– (LINDBERGH FARIAS) Claro, seu Albert. Vou explicar direitinho qual é o meu plano. Bom, eu soube que você desenvolveu a teoria da relatividade. Que palavras bonitas para falar sobre a arte da enganação do povo, seu Albert! Parabéns pelas palavras.
– (ALBERT EINSTEIN) Como? Enganação do povo? Meu filho, temo que você não faça idéia do que se trata a minha teoria da relatividade. Horas e mais horas naquele laboratório forçando a minha mente ao seu limite.
– (LINDBERGH FARIAS) Seu Albert, você tá falando comigo; é o Lindbergh. Não precisa mais camuflar a sua teoria com palavras rebuscadas. Eu entendi o âmago da sua teoria–relativizar a verdade para fazer com que as pessoas nos vejam de forma positiva, honesta. É simplesmente perfeito.
– (ALBERT EINSTEIN) Meu filho, você é um indivíduo visivelmente incapaz de entender questões mais complexas, apesar de eu nutrir certa admiração por sua habilidade única de distorcer fatos e teorias em prol de si mesmo.
– (LINDBERGH FARIAS) Claro, seu Albert. Todo mundo sai ganhando, não é? Você patenteia sua técnica de ilusionismo–ops, desculpe, a sua teoria da relatividade–e toda vez que um político brasileiro mentir o senhor ganhará fortunas em royalties. Não é uma boa idéia?
– (ALBERT EINSTEIN) Meu filho, a teoria da relatividade nada tem a ver com mentiras, royalties e acúmulo de fortunas. Eu vislumbro um futuro promissor para a Humanidade pelo avanço da Ciência em áreas ainda inexploradas.
– (LINDBERGH FARIAS) Seu Albert, o senhor é um sonhador. Avanço da Ciência? Isso é coisa de “coxinha” estudioso. O progresso está é no ilusionismo retórico; a prosperidade está na comunicação com as massas que nos elegem. É assim que nós nos perpetuamos no poder, fazemos nosso “pés de meia” e garantimos o futuro dos nossos filhos e netos.
– (ALBERT EINSTEIN) Meu filho, existe um abismo intelectual entre nós. Desculpe, mas não posso proceder com essa conversa de ilusionismo retórico.
– (LINDBERGH FARIAS) Seu Albert, você não vai entrar nessa com a gente? Nem parece que o senhor é um pesquisador, um visionário. Você não tá vendo o que eu tô vendo? Múltiplas oportunidades!
– (ALBERT EINSTEIN) Eu não aguento mais essa conversa. Desconfio que você jamais leu um livro sequer em sua vida.
– (LINDBERGH FARIAS) Claro que não. Eu sempre preferi as passeatas, as manifestações, as reuniões dos DCE’s. Fui presidente da UNE, seu Albert! Não é pra qualquer um não lidar com milhares de estudantes em constante risco de jubilamento universitário.
– (ALBERT EINSTEIN) Ai, Meu Deus, eu não aguento mais isso…

 

Anúncios

Portfolio (Artur Salles Lisboa de Oliveira)

Dear Professors and Faculty Members,

Please, find below my academic and professional contributions along with comments on my students’ works.

Contributions

Academic Works
Article “Alienation and Manipulation through the Process of Communication.”

Student Seminars of Academic Production. 9.1 (2002): 149-151. ISSN: 1517-2112. University of Salvador Publishing: Salvador.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)


Professional Works
Article “On Winners that Lose and Losers that Win.”
MS Notícias (MS News).
Published on 29 January 2015.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)

Article “Key Points to Be Considered in Financial Decisions.”
Column “The Meanders of the Stock Markets.” (Exame Magazine.)
Published on 20 January 2014.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)

Article “Political Crisis in Brazil.”
Online Magazine Critical Thinking.
Published on 9 September 2006.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)

Interview with the tennis star Roger Federer.
Online Magazine Critical Thinking.
Published on 17 April 2006.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)

Article “Brazilian Government Became a Hostage.”
Online Magazine Critical Thinking.
Published on 4 August 2005.
* Material translated from Portuguese into English.
Document format (PDF)


Comments on my Student’s Work.
Essay “My Life.”
Written on 17 July 2017 by Vanessa Ribeiro.
Document Format (DOC)

Comments on my Student’s Work.
Essay “The 4th Revolution of Industry.”
Written on 19 June 2017 by Frederico Sigaud.
Document Format (DOC)


Thank you for your time and consideration.

Sincerely,

Artur Salles Lisboa de Oliveira.

Por qual razão votar no Bolsonaro?

Tempos difíceis exigem escolhas complexas que o tempo se encarregará de justificar.

Eu, particularmente, não estou alinhado com muitas das idéias do pré-candidato Jair Bolsonaro. Não acho que o tom com o qual ele aborda certos assuntos seja o ideal no sentido de unir as pessoas em direção a soluções efetivas, mas também não culpo aqueles que o aplaudem. Infelizmente, a  solução para o Brasil parece não passar pela idéia de união ampla do País, mas sim pela mobilização de certos segmentos da sociedade que defendem os ideais da maioria.

Um ponto de discordância. Quando o candidato diz que “não está nem aí” para os bandidos encarcerados porque a preocupação dele é com as pessoas de bem que estão “aqui fora,” não discordo integralmente da sua fala, mas também não posso concordar com a “demonização” de todos aqueles que estão presos pois nem todos estão ali por crimes hediondos. Há caminhos para ressocialização.

Porém, não sou ingenuo para não entender que o tom do discurso do pré-candidato Jair Bolsonaro é a sua grande arma, já que por meio de um extremismo de idéias à direita carregado de certa dose de deboche e fanfarronice, o candidato se coloca como contraponto em relação a algo que grande parte da sociedade brasileira repudia–o liberalismo sexual “extremado” de uma esquerda que tenta a qualquer custo enfraquecer os ideais fundamentais da família e do cristianismo. Colocando-se no extremo oposto, o Jair Bolsonaro se torna a esperança daqueles que ainda conservam apreço aos bons costumes.

O crescimento exponencial do número de seguidores do Jair Bolsonaro no Twitter (hoje em cerca de 640 mil) e as multidões que o mesmo carrega por onde passa em suas andanças pelo Brasil são sintomáticos do “cansaço” da população em relação à corrupção patológica e aos ataques à família brasileira. São exatamente estes dois tópicos que dão força à candidatura do Bolsonaro à presidência da república.

Corrupção patológica. Enquanto escândalos de corrupção envolvendo o Executivo, o Legislativo e até o Judiciário escorrem das manchetes de jornais, o Jair Bolsonaro pode sentar à mesa com tranquilidade, tomar um café e dar uma bela e “ruidosa” risada ao ver seus colegas congressistas com seus rostos estampados nos jornais. Até o dado momento, nenhum fato envolvendo roubo, malversação ou qualquer outro tipo de ilícito maculou a sua imagem. Novamente o Bolsonaro se coloca no extremo oposto–nesse caso da roubalheira nacional.

E quanto aos ataques à família brasileira? Esse, para mim, foi o ponto de inflexão no que diz respeito a encontrar um candidato. Como disse anteriormente, não aprecio o tom extremado do Jair Bolsonaro, mas após aquelas cenas de crianças de 6/7/8 anos sendo precocemente sexualizadas em evento “artístico” no Museu de Arte Moderna em São Paulo, não tenho dúvida que se o Bolsonaro não é a solução mais construtiva, ele é inegavelmente a solução mais efetiva para conter esse ímpeto ultraliberal de alguns partidos de esquerda.

Pela indignação de grande parte da população e pela timidez com a qual alguns “gatos pingados” defenderam a “arte” exposta no Museu de Arte Moderna, chego à conclusão que existe uma quase unanimidade sobre o tema. Crianças não devem ser precocemente sexualizadas mediante a participação em eventos nos quais elas podem tocar homens nus–mesmo que a mãe esteja presente. E aqui posso mencionar outros fatos grotescos camuflados em tempos em tempos de protesto e arte. Lembram da professora em São Paulo, que defecou na calçada? E os símbolos religiosos católicos enfiados no ânus dos “manifestantes” na Parada Gay em São Paulo. Patrocínio Petrobrás.

Portanto, as eleições de 2018 consistirão num choque entre dois extremos–de um lado a esquerda ultraliberal instigando sua militância voraz a lutar por tolerância de forma intolerante; e na ponta oposta, o Jair Bolsonaro representando a última instância conservadora em um País assolado por uma corrupção sistêmica e ameaçado por tentáculos extremistas de forte teor sexual e liberal. Acredito que muitas pessoas votarão em 2018 por uma ou duas “bandeiras,” e não por expectativas mais amplas em relação a um País melhor. A Família estará em primeiro lugar.

Artur Salles Lisboa de Oliveira. 

Curso online de Leitura e Escrita em Língua Inglesa

Inscrição

 

Públicos-alvo
Escritores comprometidos em aprimorar a sua habilidade em leitura e escrita na língua inglesa;
Estudantes e profissionais que necessitem desenvolver a sua capacidade de ler e escrever em inglês visando preparação para exames de proficiência exigidos para cursos de graduação, especialização ou pós-graduação no Exterior;
– Estudantes e profissionais que precisem aprimorar a sua capacidade de leitura e escrita em inglês visando a aprovação em concursos públicos;
Profissionais de quaisquer áreas que desejem aperfeiçoar a sua habilidade de leitura e escrita em língua inglesa.

Pré-requisitos
Não há pré-requisitos específicos. O estudante precisa apenas ter conhecimentos básicos da língua inglesa que o permitam desenvolver a sua habilidade de leitura e escrita em inglês.

O Curso
1. As disciplinas do curso.

1.1 Workshop de Escrita.
Período de 21 dias.
Bloco Introdutório com uma leitura, uma tarefa e a elaboração de uma short story.
Material de Leitura: On Writing Well (William Zinsser).

1.2 Literatura Americana.
Período de 21 dias.
Bloco Literatura com uma leitura e a elaboração de um analytical essay.
Materiais de Leitura: The Country of the Pointed Firs (Sarah Orne Jewett) e Daisy Miller (Henry James).

1.3 Explorando o seu Potencial Criativo.
Período de 21 dias.
Bloco Profissional com uma leitura e a elaboração de uma segunda short story.
Materiais de Leitura: Rock Springs (Richard Ford), Memoirs of Sherlock Holmes (Arthur Conan Doyle) e The Murders in the Rue Morgue (Edgar Allan Poe).

O Autor
Artur Salles Lisboa de Oliveira concluiu o Post-Baccalaureate Certificate Program em Writing na Universidade da California Berkeley.
Colaborador de inúmeras revistas e jornais tais como: Revista Exame (Blog Meandros das Bolsas de Valores), The London Economic, Berkeley Daily Planet, dentre outros.

Diferenciais
– Forte estímulo à criatividade e à imaginação dos alunos;
– Significativa exposição a autores americanos visando o desenvolvimento da reflexão crítica dos alunos (ver “materiais de leitura” nos sub itens 1.1, 1.2 e 1.3);
– Metodologia utilizada segue parâmetros da MLA (Modern Language Association);
– Intenso processo de revisão e compartilhamento, que visa desenvolver a capacidade de oferecer feedback consistente para os colegas, além de ser capaz de analisar seus próprios trabalhos;
– Ganhos expressivos de vocabulário em decorrência da exposição à Literatura Americana.

Observações
1) Será utilizado o sistema americano de pontuação/nota (Grade Point Average, escala de 0 a 4), sendo que o aluno precisa atingir no mínimo 2.5 ou uma nota C em todas as três disciplinas para a obtenção do certificado de conclusão;
2) É responsabilidade do aluno cumprir o prazo estabelecido de 21 dias para a conclusão de cada uma das três disciplinas;
3) O período máximo de 63 dias para a conclusão do curso deve ser respeitado e as tarefas, que incluem tanto as leituras como a elaboração dos textos, são formatadas de forma a permitir o cumprimento dos prazos;
4) As disciplinas são separadas (não simultâneas) e ministradas conforme descrição presente nos sub itens 1.1, 1.2 e 1.3;
5) Os materiais de leitura serão oferecidos no formato pdf. Também serão utilizados conteúdos disponíveis online.

Custo e pagamento
O custo é de 180 reais.
As opções de pagamento são:
– paypal;
– contas-correntes (Bancos Itaú e Caixa Econômica).
Após a realização da inscrição, o candidato receberá um e-mail com instruções para efetuar o pagamento.

Depoimento de alunos
“O curso mescla muito bem a necessidade de leitura com a prática de escrita, esta última alcançada com tarefas muito bem elaboradas que ajudam o aluno a desenvolver as suas habilidades. O feedback do instrutor em cada tarefa é minucioso, preciso e esclarecedor.
Sinto-me mais forte agora para buscar meus objetivos acadêmicos. ”
Priscila Fontes.

“O curso sem dúvida nenhuma colocou a minha escrita em um novo patamar. Só com a visão de um especialista que consegui enxergar certas deficiências em minha escrita como por exemplo a tendência de ser muito explicativa ao invés de permitir que os personagens contem as suas próprias estórias por meio de suas reações e comportamentos. Excelente curso.”
Samantha Silva.